Seguidores

sábado, 14 de julho de 2012

A mesa de jogo.




Inspirada pela carta da Estrela (que entre outras coisas nos pede um tanto de ousadia), e por e-mails que recebi, resolvi fugir um pouco da minha proposta inicial de terminar o estudo dos Arcanos, antes de falarmos de jogos, preparação do baralho, mesa de jogo, e tantas outras coisas que permeiam nossa vida de cartomante :)
O plano era que fizéssemos uma imersão no significado de cada carta antes de nos aventurarmos além... Percebi, no entanto que o mundo do chamado Baralho Cigano, é estimulante demais para que prendamos a planos preestabelecidos! Isso é bastante compreensível, uma vez que, o próprio estudo dos arcanos tem o poder de "abrir" nossa percepção e mexer, num nível bastante profundo, com nossa intuição (como era de se esperar), mas também com nossos sentimentos mais "puros", ou seja, aquele que vem, por meio do Arcano 13, a estimular nossos desejos sem que eles passem pelo crivo da nossa inteligência crítica, antes de se tornarem conhecidos. É verdade que muitas vezes reprimimos nossos sentimentos a ponto de nem perceber, num nível consciente, quais são eles. Esse fato, é uma das razões pelas quais, o Lenormand (e outros decks) pode nos ajudar no caminho do auto conhecimento. Perceber nossas pulsões, desejos, sentimentos equivale à uma importante parte do mapa que leva à apreensão/conhecimento/compreensão de nossa alma.
Na minha experiência pessoal, a alma dos apaixonados pelo Lenormand é, em primeiro lugar, exatamente isso: Apaixonada! E, como tal, afoita, curiosa, entusiasmada. Qualidades que acabam  por vencer as inseguranças naturais, e nos ajudam a ir adiante no caminho da cartomancia... Mesmo que após algumas indas e vindas, desistências e recomeços ;)
A gente quer ter, e estudar, vários decks, comprar coisas bonitas para nossa mesa de jogo, quer investigar novas tiradas de cartas, e saber sobre as experiências alheias e, sobretudo, a gente quer jogar! Não é assim? Tanto é que, aposto que quase todos os amigos do blog, já (no mínimo) leram sobre todas as cartas, já têm seus baralhos e jogam!
A carta da Estrela, me chamou a atenção para a necessidade de conhecer nossas vontades, e caminharmos em direção ao nosso sonho, com fé e alegria.
Com essas ideias, escolhi algumas dicas para ajudar a quem está começando ou que quer se renovar na arte!

Sugestões para a mesa de jogo:

- 1 - Use um lenço colorido, estampado ou não, para forrá-la. Cuidado para que a estampa não tire a atenção das cartas que precisam ser o foco principal. Certos padrões deixam o visual "confuso" por excesso de informação. O lenço que você for usar, vai representar a saia da cigana (caso você esteja ligado às tradições ciganas, por laços de sangue ou de alma. Lembre-se que muitas vezes as ciganas sentadas no chão, jogam sobre suas saias...
O lenço que você usar vai servir também para guardar suas cartas, se você quiser. Eu, particularmente, gosto de embrulhar meu baralho e as moedas que uso para o jogo, com o lenço e guardá-lo assim, em vez de na caixa em que ele veio de fábrica.

- 2 - É muito aconselhável que os quatro elementos estejam simbolizados na mesa de jogo. Incenso, vela, água, moedas ou cristais, representando Ar, Fogo, Água, Terra.
Escolha uma taça ou copo para usar apenas na sua mesa de jogo. A cor da vela pode variar de acordo com o dia da semana, com a cor preferida pela entidade que o guia, ou pode ser simplesmente branca.


 

obs: Existem tabelas, para o uso da cor, fundamentadas em diversos sistemas como: dia da semana, nos 4 elementos, Arcanjos, propósitos, Orixás, etc... Você pode utilizar qualquer uma delas, ou simplesmente usar uma vela branca, como já dissemos, mas sempre prestando atenção para o fato de que o jogo pede principalmente, concentração, proteção, capacidade de comunicação com planos superiores. Assim, na dúvida, a vela branca é altamente recomendável, deixando-se as coloridas para rituais e trabalhos que sejam necessários após o jogo, embora para estes também se possa usar vela branca.

Exemplos:
As pessoas ligadas à magia ritual, geralmente usam o esquema de cor por dia da semana:

Segunda: Branco (lua/ magia feminina/ intuição/ e por ser, o branco, a combinação de todas as cores, presta-se à qualquer intenção)
Terça: Vermelha (Marte/ força/ batalhas a serem vencidas/ vigor/ paixão/ início de qualquer ação)
Quarta: Verde (Mercúrio/ Cura/ comunicação/ estudos/ justiça)
Quinta: Azul não muito claro, azul safira (Júpiter/ crescimento/ expansão/ generosidade/ abundância/ sabedoria)
Sexta: Rosa (Vênus/ Amor/ beleza/ manifestação artística)
Sábado: Violeta (Saturno/ dia de focarmos naquilo que deve ser transmutado, já que saturno confere peso e de uma certa forma, cerceia os movimentos)
Domingo: Dourada ou amarela (sol/ sucesso/ vitória/ energia de crescimento)

As pessoas ligadas às religiões Afro-brasileiras, poderão seguir a cor do Orixá responsável pelo campo onde se quer agir, ou pelo Ori do consulente: por exemplo: Justiça/ Xangô / marrom;  Azul escuro (candomblé) ou vermelho (umbanda) Ogum/ batalhas/ proteção/ abertura de caminhos etc...
Quem trabalha com entidade Cigana poderá usar a cor preferida da Cigana ou Cigano



- 3 - Os cristais não apenas representam o elemento terra como, também, são usados para expandir o dom da visão e intuição (além de outros propósitos). Assim, é muito comum que se coloque uma drusa de cristal de quartzo, uma ponta de quartzo, ametistas. Não precisam ser cristais caros e grandes, mas aquele que "falar" com você, sempre será adequado. Você poderá, também, ter um prato/recipiente com pequenos e variados cristais. Ao contrário da vela e da água, seu uso não é obrigatório.


- 4 - O incenso pode ser substituído por um perfume que você ofereça, se for o caso, à cigana que lhe inspira no jogo. Pode-se usar ambos, perfume e incenso.



- 5 - Moedas que representam o elemento Terra, podem ir sendo colocadas, ao longo do tempo, num recipiente que será, então, colocado na mesa de jogo.
Algumas pessoas, como eu, também colocam uma, ou mais moedas, em cada canto da mesa e na frente do consulente. O número total de moedas assim dispostas deve ser 5, 7, 9, ou 11 ( o número impar é aconselhável, porque ele vem depois do equilíbrio estático de um número par e assim representa o MOVIMENTO). Isso não se aplica à quantidade de moedas que esteja no pote.
Tradicionalmente as moedas quanto mais antigas mais desejáveis (idem para as moedas de outros países), porque isso fala da propriedade, que tem o dinheiro, de passar por várias mãos, e da importância de não segurá-lo mas trocá-lo pelo que nos é importante.
Evitar moedas de alumínio.
01, 10, 25 centavos são ótimas.
Pode-se utilizar também a de 1 real, por ser volteada por metal dourado.
Não é o valor total das moedas que importa, mas sim seu valor simbólico! Pode-se usar apenas uma moeda de 01 centavos


- 6 - A taça/copo, deve conter água limpa e filtrada, ou mineral se possível. O recipiente, embora simbolize o sagrado feminino, a nossa parte encarregada de estabelecer contato em níveis mais profundos através da intuição (entre outros significados), na mesa de jogo sua função principal é ser o continente da água, esta sim, capaz de limpar e diluir as energias negativas, além de facilitar nossa comunicação com outros planos.



 Pode ser simples, pequeno, grande, e pode ser aquele que você usa em rituais mágicos. Se você não seguir nenhuma tradição, ainda assim pode usar uma faca/punhal como símbolo de proteção!
Você poderá encontrar um/uma que esteja dentro do seu orçamento.
Mas lembre-se que o punhal não é obrigatório para quem não segue a tradição cigana e nem é essencial para que você comece a treinar jogos!
- 7 - Na tradição cigana, como também vemos nas tradições mágicas em geral, Deve-se usar um punhal, voltado para o consulente ou voltado para fora (a ponta) a partir da nossa posição, quando jogamos para nós mesmos. Esse punhal é um instrumento mágico que tem como função "cortar" qualquer negatividade, impedindo que o oraculista seja prejudicado. Gosto de colocá-lo sobre a boca da taça (O que foi cortado será diluído e purificado pela água, formando assim um conjunto poderoso).
Se você seguir as tradições ciganas poderá ter dois punhais, um para a cigana e o outro para seu companheiro. Tradicionalmente os ciganos espirituais andam aos pares.
O punhal deve ser de duplo corte, mas não precisa ser afiado.Se você tiver um athame e for seguidor/a da wicca e não da tradição cigana, pode usá-lo.

- 8 - Lembrando ;):Você não precisará de ter todos esses elementos, e nem escolher taça, cristais, punhais, de grande valor. Você não deve fazer gastos que estejam fora da sua realidade. O valor reside nos símbolos e não no valor de mercado dos objetos. Na verdade, inicialmente você só precisará ter um baralho, copo d'água, e 1 vela!  Isso porque a vela já contém o elemento terra (cera, pavio) e fogo. O ar está implícito por ser essencial para a combustão. Com a presença da água, teremos a representação de todos os elementos! ;)
O lenço poderá ser apenas um pedaço de pano branco ou colorido, e não um lenço de seda ou algo assim.
A única coisa que não pode faltar, além do baralho, é amor e carinho na hora da escolha de uma simples vela e na preparação do jogo.

- 9 - Outros elementos que podem ser colocados na mesa: O baú da cigana, onde você guarda as joias, bijuterias, moedas, lenço e baralho, velas, por exemplo.
Flores, frutas, fitas coloridas, pandeiro, castanhola...

NOTA: Todos os elementos que forem ser usados, devem ser consagrados para o uso no jogo! Tome cada um deles, limpe-os com incenso e impregne o objeto com sua energia, mentalizando que eles são como uma espécie de prolongamento do seu braço! Ofereça, se for o caso a seu guia, à Cigana que caminha com você, a seu anjo de guarda, ou simplesmente torne importante, pessoal e sagrada, sua relação com seu instrumento
Os cristais devem ser limpos (usualmente por imersão em água e sal de 8 a 24 horas), antes de serem usados.
Você deve aprofundar seu conhecimento sobre essas coisas com leituras e pesquisas, aqui estão apenas algumas dicas e você pode "construir" a seu jeito, sua mesa de jogo!

Ao se sentar à mesa, concentre-se limpando de sua mente qualquer pensamento e, se for o caso, faça uma oração dirigida a seu guia, à santa Sara, aos Mestres Ciganos do astral, saudando sua amiga Cigana, e seu companheiro, ou a seu anjo de guarda. Ou a todos :)

No próximo post falaremos um pouco sobre o jogo propriamente dito e deixaremos fotos (se eu conseguir tirá-las rsrsrs!

Deixe suas perguntas e comentários, eles nos alegram muito!

Optchá!


7 comentários:

  1. " Esse punhal é um instrumento mágico que tem como função "cortar" qualquer negatividade, impedindo que o oraculista seja prejudicado. Gosto de colocá-lo sobre a boca da taça (O que foi cortado será diluído e purificado pela água, formando assim um conjunto poderoso)"

    Essa explicação sobre como podemos diluir e purificar as forças negativas, para mim, foi incrível e muito sábia! Um verdadeiro tesouro! pq sempre me preocupei em como lidar com essas forças. Não gostava da sensação de simplesmente me defender expulsando as energias negativas, e o resto (me perdoe as palavras) que se danasse!
    Saber que posso através da água e do punhal cortar, diluir e purificar essas energias, foi muito bom! Pq quanto mais energias limpas "jogarmos", mais limpos seremos, mais limpo será o mundo de energia ao nosso redor e do consulente.
    Obrigada por mais esse presente1
    Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Olá Taíka, passei aqui para te dar um oi, concordo com Vc e com a Cecilia, sempre me preocupo que não devemos simplesmente "jogarmos" as coisas negativas fora como disse a Cecilia, mas sim transmutar em coisas boas, afinal sempre fica perfume de flores nas mãos de quem as oferece. Devemos nos preocupar em diluir o negativo e não só em afasta-lo. Namastê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliana Flor,
      Que bom vê-la por aqui :)
      Que bom que concordamos!!!
      Afastar o negativo apenas nos protege momentaneamente, mas não protege "o outro" e nem a nós mesmos a longo prazo. Diluir ou transmutar o negativo ajuda a melhorar, um pouco, o mundo para todos... E isso faz toda a diferença, não é? ;)
      Bjs
      Namastê

      Excluir
  3. oi Taíka, gostaria de saber se os cristais devem ficar em um recipiente com agua limpa, de preferencia mineral? grata....bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Taika, posso utilizar na mesa,ametista, pedras...conchas....e o punhal como devo prepara-lo antes de ir a mesa do jogo?

    ResponderExcluir
  5. ola tudo bem?! venho aqui pesquisar sobre adaga,e entro no seu blog,pois achei a explicação muito boa! e faço a mesma pergunta da minha colega cigana,lucia blima,só que tenho muitas pedras,pois sei que tenho que colocar só uma na mesa,ok, mas as outras pedras eu posso,tipo, enfeitar minha mesa qndo não estiver jogando?(pois estou em um curso de baralho cigano)desde já agradeço!

    ResponderExcluir
  6. Geeeeente! Cai por acaso aqui e AMEI esse post! Arrasou, pratico, didático e amoroso. �� Parabéns!

    ResponderExcluir